Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
Saudosismo No Futebol, Com Antonio Vidal

Saudosismo

Publicada em 27/12/19 às 16:26h - 365 visualizações

por Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:















                                                                                                        


       Vavá                       Vasco da Gama


Hoje a Coluna Saudosismo contará fragmentos da história de um dos maiores atacantes do futebol brasileiro, o bicampeão  mundial Edvaldo Izídio Neto, o “Vavá”.

Nascimento: Edvaldo Izídio Neto (Vavá), nasceu no dia 12 de novembro de 1934, na Cidade de Recife - Pernambuco.

Início de Carreira: começou em 1948, nas categorias de base do América-PE, passando pelo IBIS e Sport Clube Recife.

                                C:\Users\Casa\Desktop\AmericaDoRecife.png                 C:\Users\Casa\Desktop\120px-Ibis_Sport_Club.svg.png              C:\Users\Casa\Desktop\120px-Sport_Club_do_Recife.png

                                 América-PE                         Ibis Sport

Categoria de Base

Período

Clube

Local

1948

América de Pernambuco

Recife - PE

1948

Ibis

Paulista - PE

1949 a 1951

Sport Clube Recife

Recife - PE


O time do Sport Club Recife fazia seus treinamentos para os jogos do Campeonato Pernambucano na praia do Pina, conhecida pelos seus torcedores e jogadores como Praia do Sport. A atividade atraia adeptos, rivais e curiosos para ver os jogadores em ação. Em função do empenho, disposição e dedicação ao trabalho, o jogador Vavá recebeu o apelido de “Leão da Praia”. Foi com essa preparação que o Sport se sagrou Campeão Estadual em 1949 e Bicampeão em 1950. Vavá já fazia parte do elenco do Leão da Ilha. Após o sucesso e a fama de artilheiro, o jogador pernambucano foi contratado pelo Vasco da Gama do Rio de Janeiro.

 

Profissionais

Período

Clube

Local

1952 a 1958

Vasco da Gama

Rio de Janeiro

1958 a 1961

Atlético de Madrid

Madrid - Espanha

1961 a 1964

Palmeiras

São Paulo

1964 a 1967

América do México

Cidade do México

1968

San Diego Toros

Estados Unidos

1969

Portuguesa Carioca

Rio de Janeiro


C:\Users\Casa\Desktop\Club_de_Regatas_Vasco_da_Gama.png         C:\Users\Casa\Desktop\Atlético_Madrid_logo.png           C:\Users\Casa\Desktop\Palmeiras_logo.svg.png                C:\Users\Casa\Desktop\120px-CLUBAMERICA.png                  C:\Users\Casa\Desktop\San_Diego_Toros_logo.png           C:\Users\Casa\Desktop\Associação_Atlética_Portuguesa.png                     

   Vasco      Atlét. Madrid    Palmeiras   América Mex. San Diego Toros       Portuguesa

No Vasco da Gama: Vavá chegou ao Vasco em 1952, ainda muito jovem, contratado junto ao Sport Club Recife. No Sport atuava como meio campista, e no Clube de São Januário, por determinação do Técnico Gentil Cardoso, passou a atuar como centroavante, posição que o fez alcançar sucesso na carreira. Com apenas 17 anos, foi escalado para disputar uma partida decisiva contra Bangu A.C., pela penúltima rodada do Campeonato Carioca. O Vasco venceu por 2 X 1 e Vavá foi o autor do gol do título.

Na Seleção Olímpica: Vavá participou da Olimpíada de 1952, na Cidade de Helsinque na Finlândia. Participou de três jogos, tendo como resultado duas vitórias e uma derrota, marcando um gol na competição.


Na Seleção Brasileira: Vavá fez sua estreia na Seleção Canarinho em 15 de novembro de 1955, onde o Brasil venceu o Paraguai por 3 X 0 em partida válida pela Taça Osvaldo Cruz. Disputou as Copas do Mundo de 1958 e 1962, tornando-se bicampeão mundial

Copa do Mundo 1958 na Suécia: Pelas excelentes atuações realizadas na equipe do Vasco da Gama, foi convocado pelo Técnico Feola para disputar a Copa da Suécia. Em principio, parecia ter pouca chance no time titular. Vavá era reserva do atacante Mazzola. Com modificações feitas por Feola, Vavá entrou no time titular com Garricha e Pelé. O novo trio de atacantes teve importância decisiva na conquista da Copa. Participou do famoso time que venceu a Suécia por 5 X 2, com os gols marcados por Vavá 02, Pelé 02 e Zagalo 01.  O time Campeão do mundo era formado por: Gilmar, Djalma Santos, Belline, Orlando e Nilton Santos; Zito e Didi; Garrincha, Pelé, Vavá e Zagalo.

Copa do Mundo 1962 no Chile: Vavá foi titular absoluto, voltou a brilhar como artilheiro. Na final Brasil 3 X 1 Tschecoslováquia, Vavá foi o autor do 3º gol, o que deu o 2º Título Mundial ao Brasil.

No Atlético de Madrid: Jogou quatro temporadas na Espanha e conquistou o título de campeão espanhol em 1966.

No Palmeiras: Participou da primeira Academia da história do Palmeiras. Foi Campeão Paulista em 1963, jogou 142 partidas, com 90 vitórias, 23 empates e 29 derrotas, e marcou 71 gols. Vavá permaneceu no Palmeiras marcando gols até 1965.

No exterior: Além do Atlético de Madrid, ainda jogou quatro temporadas no América do México e uma temporada no San Diego Toros dos Estados Unidos.

Na Portuguesa Carioca: Encerrou sua brilhante carreira no  time da Ilha do Governador.

Falecimento: Vavá faleceu em 19 de janeiro de 2002, aos 67 anos, na Cidade do Rio de Janeiro, vitima de infarto agudo do Miocárdio.

Coluna do Vidal

@carlindomc,
#carlindomc, 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 7492377
Usuários Online: 166
Copyright (c) 2020 - Blog do Carlindo Medeiros - Carlindo Medeiros, Advogado, Professor de Direito, Jornalista, Formado em Ciência da Computação, Pós-graduado-MBA e Curso de Extensão em Docência para ensino da Matemática. Trazendo informações com Dicas de Direito importantes para o cidadão.