Google Analytics Google Analytics
Domingo, 26 de Maio de 2019
ECONOMIA

Carnaval e páscoa incentivam vendas no varejo e são picos de consumo ao longo do ano

Publicada em 27/02/19 às 16:34h - 42 visualizações

por Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros)





















Confira as dicas do Sebrae no DF para garantir boas vendas durante as datas especiais

José Maciel | Ex-Libris Comunicação Integrada

Considerada uma das festas populares mais animadas e representativas de todo o planeta, o Carnaval é certamente um dos períodos mais aguardados por milhões de pessoas. A data, que varia de ano em ano, é responsável por mexer com o imaginário popular e estimular a criatividade dos inúmeros foliões que participam dos desfiles, blocos e outras comemorações que tomam as ruas do Brasil.

Toda essa atmosfera festiva tem, ainda, um grande impacto nos números de venda no setor varejista. “Antes de ir pular o Carnaval, é comum o folião ir à procura de um novo look ou de adereços para poder cair na folia”, destaca o gestor do projeto Comércio Varejista de Acessórios, Calçados e Vestuário do Sebrae no DF, Thiago Ângelo.

Empreendedores de negócios relacionados a acessórios e maquiagem, por exemplo, chegam a vender até 50% a mais nessa época do ano, segundo a instituição.

O gestor lembra, ainda, que o calendário brasileiro apresenta uma grande variedade de datas comemorativas, aspecto que pode ser aproveitado por pequenos empreendedores. “O nosso calendário está recheado desses períodos e empreendedores do comércio varejista e também do setor de serviços podem utilizar da criatividade para turbinar o índice de vendas em seus empreendimentos”, acrescenta Thiago.

Oferecer descontos, produtos e serviços criativos e fazer uma disposição de produtos de maneira inteligente são estratégias capazes de envolver os consumidores. O Sebrae ressalta que em períodos festivos a demanda costuma aumentar, exigindo que o empreendedor tenha uma certa precaução com o estoque de produtos para evitar perder vendas. O cuidado com o atendimento é outro ponto necessário, segundo a instituição. Deve-se dar atenção a toda pessoa que entrar no estabelecimento para que ela não saia sem ter falado com alguém.

As irmãs Luiza e Ana Carolina Coelho têm aproveitado o período de folia para aumentar as vendas e também divulgar o empreendimento que administram juntas, a Toca das Coelhas. A marca trabalha com a criação de acessórios como tiaras, pentes, prendedores de cabelo e ainda produz, manualmente, peças de crochê. No entanto, para o Carnaval de 2019, as irmãs resolveram adotar um conceito mais sustentável, sem deixar de explorar a variedade de cores.  “Utilizamos materiais diferentes em nossas produções como o tricoline – tecido 100% algodão e bastante resistente -, retalhos e EVA. Além disso, trabalhamos com purpurina biodegradável, que não faz mal para ninguém”, detalha Ana Carolina

O trabalho de divulgação da peças produzidas é totalmente feito por meio das mídias sociais. Quinzenalmente, as irmãs realizam campanhas fotográficas, lançam novos produtos e transmitem novas informações para o público-alvo. “A presença no Instagram tem apoiado o crescimento da Toca. Boa parte dos nossos clientes”, conta Luiza.

Sobre dicas para vender mais durante o período carnavalesco, as irmãs são unânimes. “Tem que utilizar a criatividade e aplicá-la com planejamento”, asseguram as empreendedoras.  

Páscoa

 

Um outro período a ser aproveitado por pequenos empreendedores acontece exatos 47 dias após o Carnaval: a Páscoa, ocasião em que é comum a venda de ovos de chocolate produzidos artesanalmente como uma alternativa para quem está desempregado ou pra quem deseja conseguir uma renda extra.

No entanto, um balanço elaborado pelo Sebrae aponta que ao optar por fazer ovos caseiros as pessoas podem acabar encontrando uma profissão, já que o lucro médio de um fabricante artesanal pode chegar a 200%. Aliado a isso, está a alta produção de chocolate no Brasil. De acordo com o Sebrae, anualmente são produzidas em todo o país cerca de 800 toneladas de chocolate, movimentando quase US$ 2 mil por tonelada.

A principal orientação para quem estiver planejando apostar na venda dos ovos durante o período é iniciar o trabalho o quanto antes. Pesquisar quais são os sabores mais vendidos e elaborar um cardápio. As opções podem começar com os simples ovos de chocolate ao leite; passar pelos recheados com bombons caseiros e se estender até os mais sofisticados, que reúnem combinações inusitadas e saborosas.

Outro fator relevante para o crescimento do negócio é a utilização de ingredientes funcionais e de qualidade, sem processos industriais, com menos aditivos químicos e que garantam a procedência do ovo de chocolate artesanal. Além disso, levantar custos dos produtos, participar de cursos com as novidades e técnicas atualizadas e dispor de um espaço otimizado que facilite a produção e o estoque, tanto dos insumos com do produto finalizado, são outras recomendações do Sebrae.

Informações para a imprensa

 

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail:
paulo.gomes@df.sebrae.com.br

                                               

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br

 

Ana Luiza Carvalho Mendonça 
Fone: (55 61) 3362.1615/ 99970 6711 
e-mail: 
ana.mendonca@df.sebrae.com.br 

 





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 6612872
Usuários Online: 71
Copyright (c) 2019 - Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros