Google Analytics Google Analytics
Domingo, 26 de Maio de 2019
SAUDOSISMO NO FUTEBOL - C0M VIDAL

Saudosismo

Publicada em 25/04/19 às 15:47h - 54 visualizações

por Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:























Julinho Botelho

Data de Nascimento: 29 de julho de 1929, na Cidade de São Paulo.


Resumo Histórico da Carreira de Jogador: Julinho Botelho começou a jogar futebol nas categorias de base do Corinthians, onde começou a treinar na posição de lateral esquerdo. Não se adaptando ao Clube e principalmente a essa posição, foi treinar no Juventus, time do Bairro da Mooca em São Paulo. Ficou pouco tempo no “Moleque Travesso”, como é chamado o Juventus. Foi promovido ao time profissional. Em função de suas brilhantes atuações no Clube da Rua Javali, foi contratado pela Portuguesa de Desportos. Sua estréia no time titular da Lusa foi no dia 18 de fevereiro de 1961, no jogo Flamengo (RJ) 5 X 2 Portuguesa. Seis dias depois, no seu segundo jogo, Portuguesa 4 X 2 no América (RJ), marcou os dois gols da Portuguesa, permanecendo no clube por apenas seis meses. O artilheiro nato chegou a marcar 4 gols em uma única partida, Portuguesa 7 X 3 Santos, no dia 25 de setembro de 1951, no Estádio Pacaembu. As suas impecáveis atuações fizeram com que fosse convocado para a Seleção Brasileira, que iria disputar a Copa do Mundo de 1954 na Suíça. Em 1955, após conquistar o título de Campeão do torneio Rio – São Paulo pela 2ª vez, foi negociado com a Fiorentina da Itália. Julinho Botelho fez grande sucesso na terra da bota, onde pelo time de Florença conquistou o Campeonato Italiano na temporada 1955/1956. Fato inédito. A Fiorentina nunca havia conquistado um “Scudetto Italiano”. A Seleção Brasileira não convocava jogadores que atuavam no futebol estrangeiro para suas competições. Foi aberta uma excessão e convocaram o brasileiro Julinho Botelho que atuava no Fiorentina da Itália. Julinho dispensou a convocação, alegando que não era justo ocupar o lugar de um jogador que atuava no Brasil. O seu substituto foi Garrincha, que joagava no Botafogo do Rio de Janeiro. Ao término do Contrato com a Fiorentina, Julinho sonhava em voltar para São Paulo. Porém, era ídolo do Clube de Florença, que lhe fez uma proposta irrecusável pela renovação por mais uma temporada. Regressou ao Brasil em 1959, quando passou a integrar a famosa “1ª Academia” do Palmeiras, conquistando o Supercampeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro. Tornou-se, de forma incontestável, ídolo do time Esmeraldino.

Calou o Maracanã: Ocorreu no dia 13 de maio de 1959. Havia na época uma grande rivalidade entre as crônicas esportivas de São Paulo e do Rio de Janeiro, o famoso “Bairrismo”, absorvida pelos torcedores de ambos os estados. Nessa data, a Seleção Brasileira jogou uma partida amistosa contra a Seleção da Inglaterra no Estádio do Maracanã, comandada pelo Técnico Vicente Feola. Quando o Locutor Oficial do Estádio anunciou a escalação do Brasil, os 127 mil tordedores que lotavam o Estádio do Maracanã entoaram uma sonora vaia, ao ser anunciado o nº 7 Julinho Botelho ao invés de Mané Garrincha, que era  amado pelos torcedores cariocas. Julinho Botelho calou aquela imensa torcida com uma atuação exuberante, sendo fundamental para a construção do placar Brasil 2 X 0 Inglaterra. Julinho deu a assistência no gol do centroavante Henrique Frade e fez um lindo gol na vitória da Seleção. No final do jogo, foi aplaudido de pé pela torcida carioca.


Clubes e Seleção

Juventus - SP

C:\Users\Casa\Desktop\th.jpg de 1950 a 1951

Portuguesa  - SP

C:\Users\Casa\Desktop\120px-Portuguesa_de_Desportos.pngde 1951 a 1954

Fiorentina - Itália

C:\Users\Casa\Desktop\120px-ACF_Fiorentina.svg.pngde 1955 a 1958

Palmeiras - SP

Descrição: C:\Users\Casa\Desktop\palmeiras_60x60.pngde 1958 a 1965

Seleção Brasileira

C:\Users\Casa\Desktop\150px-CBD.pngde 1961 a 1965


Principais Títulos

Clube

Competição

Ano

Portuguesa SP

Rio – São Paulo

1952 e 1955

Fiorentina

Campeonato Italiano

1955

Palmeiras

Campeonato Paulista

1959 e 1963

Campeonato Brasileiro

1960

Rio – São Paulo

1965

Seleção Brasileira

Copa Rocca

1960


Curiosidades:

  1. Em 1966, recebeu o prêmio de melhor jogador da história do Fiorentina da Itália.

  2. Encerrou sua carreira em 1965, na S.E. Palmeiras.

  3. Após parar de jogar futebol, atuou como treinador no Palmeiras e na Portuguesa de Desportos.

Falecimento: Faleceu em 11 de janeiro de 2003, aos 73 anos, no Bairro da Penha, Zona Leste da Cidade de São Paulo,  vítima de problemas cardiovasculares.

Coluna do Vidal



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 6614177
Usuários Online: 184
Copyright (c) 2019 - Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros