Google Analytics Google Analytics
Domingo, 26 de Maio de 2019
POLÍTICA NACIONAL

Senador Vanderlan Cardoso recebe ministro Marcos Pontes em audiência pública na CCT

Publicada em 26/04/19 às 09:23h - 20 visualizações

por Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros)

















Ministro das Ciências e Tecnologias esteve na Comissão para apresentar as
prioridades da pasta para os próximos anos

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), senador Vanderlan Cardoso,  enalteceu a  participação do ministro das Comunicações,  Ciência
e Tecnologia, Marcos Pontes, na  audiência pública desta quarta-feira(24)
na Comissão, quando anunciou os projetos de sua pasta para os próximos 4
anos. O ministro apresentou as prioridades e respondeu perguntas feitas
pelos presentes e pelo cidadão que participou online, em todo Brasil, pelo
“ecidadania”, um porta do Senado onde a população pode acompanhar e
participar das atividades legislativa.


A audiência foi prestigiada por autoridades convidadas, como deputados de
Goiás, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Goiás, Adriano Rocha Lima, o secretário de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, Gilvan Máximo, o reitor do IF Goiano, Vicente Pereira, e vereadores de diversas cidades.


“O debate foi bastante positivo e o ministro Marcos Pontes apresentou
informações importantes sobre os rumos da ciência, da pesquisa e inovação
tecnológica no país. A vinda dele, aqui na Comissão, sempre engrandece os
debates e fortalece o trabalho que estamos realizando”, disse o presidente
da Comissão, senador Vanderlan Cardoso.


O senador lembrou que sua gestão na CCT tem sido marcada pela celeridade nas tramitações de matérias e no debate técnico sobre investimentos na
ciência, pesquisa e inovação. Ele lembrou que  distribuiu cerca de 220
matérias, que estavam paradas na Comissão, para serem relatadas e que, a
cada reunião, os relatórios  concluídos são submetidos a votação. “Só na
semana passada foram aprovadas 21 matérias, por exemplo, o que demonstra o
nosso ritmo de trabalho” frisou o presidente Vanderlan.

3 horas de audiência com o Ministro

Durante cerca de 3 horas, o ministro Marcos Pontes apresentou propostas e
respondeu perguntas dos senadores, de convidados e dos internautas
brasileiros interessados em saber os rumos e os desafios da ciência para os
próximos anos, no Brasil. Neste sentido, o ministro anunciou que o
Ministério avalia reajustar as bolsas de estudos concedidas pelo Conselho
Nacional de Pesquisa (CNPQ), apesar dos  cortes orçamentários em torno  de
42,27%. “Tem uma equipe estudando esse assunto” , disse o ministro.

Afirmando que recursos para a ciência e pesquisa não são gastos e sim
investimentos, o ministro anunciou que nos 100 dias de Governo implementou várias ações, como o Centro de Dessalinização de água em Campina Grande
(PB), o Fórum Nacional de Radiodifusão e o Acordo comercial  entre Brasil e
Estados Unidos pra uso da Base de Alcântara, no estado do Maranhão. Ele
prevê outras ações como ampliação da internet banda larga, internet das
Coisas e o Marco Legal das Startup’s  - empresas de inovação tecnológica.

Em resposta aos senadores, Pontes assegurou que vai apurar as reclamações
dos consumidores contra as operadoras sobre planos de Internet que não
disponibilizam a velocidade contratada. Disse ainda que busca
descontingenciar os recursos orçamentários para avançar nos projetos de
pesquisas e que vai redistribuir os investimentos para que todas as regiões
tenham projetos em várias áreas de conhecimento técnico-cientifico. Hoje,
70% dos investimentos em pesquisa estão concentrados na região sudeste.

Outra proposta do ministro foi a de investir na inovação tecnológica na
área de energia renovável. Defendeu, por, ultimo, a parceria entre o setor
público e a iniciativa privada para desenvolver pesquisas e aumentar o
investimento no setor.


Senador Vanderlan Cardoso participa de reunião do Movimento Brasil
Eficiente
C:\Users\Carlindo\Desktop\Audiência Pública CCT - Marcos Pontes5.jpeg
O senador Vanderlan Cardoso participou, na terça-feira (23) à noite, de um
encontro do Movimento Brasil Eficiente (MBE) que trabalha com propostas concretas para alcançar a Simplificação Fiscal e a Gestão Eficiente das
Despesas do Governo no Brasil. Dentre outros temas, o Movimento debate a redução da carga tributária no Brasil, composta por cerca de 50 tributos
que dificultam a vida das empresas e do cidadão.

C:\Users\Carlindo\Desktop\Audiência Pública CCT - Marcos Pontes - 24-04-19.jpeg
O senador Vanderlan Cardoso, que esteve no encontro a convite do senador
Álvaro Dias (Podemos-PR), destacou a urgência do País revisar sua
metodologia de cobrança de tributos. Para Vanderlan, é necessário
desburocratizar e reduzir impostos no País. “O Brasil vive um caos
tributário com tantos impostos e se torna necessária a redução dos tributos
para se criar um ambiente favorável ao trabalho e aos empreendedores para
gerar emprego e renda”, disse o senador Vanderlan.


Para ele, a reforma tributária não pode ser deixada de lado, pois “é tão,
ou mais importante, do que a própria reforma previdenciária”. O senador
afirma que é necessário aprovar a reforma para promover o crescimento
econômico do país, neste momento. “Precisamos priorizar a reforma
tributária. É ela quem vai simplificar a cobrança de impostos, criar um
ambiente mais próspero para o empreendedorismo e diminuir o rombo que os impostos provocam no salário do trabalhador”, ressaltou o senador.

De acordo com o senador, o Movimento Brasil Eficiente – BEM, que é
apartidário e apoiado pela sociedade, pode ajudar na missão de tornar o
pais mais justo e confiável aos investidores. “Reduzir jutos é fundamental
para isso”, pontuou.


Ao agradecer o convite feito pelo senador Álvaro Dias para participar da
reunião, Vanderlan ressaltou que se elegeu pelo estado de Goiás defendendo as reformas estruturais que o Brasil precisa, “a exemplo da Tributária e
Previdenciária e do fim dos monopólios, como é o caso do combustível e da energia elétrica”, disse.


"Precisamos reduzir o Custo Brasil visando a geração de emprego e renda
para os jovens e adultos.  No Senado Federal apoio qualquer iniciativa que
objetive tornar o Brasil mais eficiente, como essa promovida pelo BEM”,
destacou o senador Vanderlan Cardoso.


Assessoria de Comunicação
Leandro Arantes
62 98520-5393





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
ÚLTIMAS NOTÍCIAS






Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 6614023
Usuários Online: 257
Copyright (c) 2019 - Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros