Google Analytics Google Analytics
Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
POLÍTICA NACIONAL

O que estes dois homens tem em comum? Flávio Bolsonaro é Filho do presidente Bolsonaro e o outro ex-assessor de Flavio, mas cada um deles movimentou mais de R$ 1 milhão de reais em um ano! Que paraíso é o Brasil!

Publicada em 20/01/19 às 10:58h - 97 visualizações

por Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros)












REPRODUÇÃO/FACEBOOK

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), mais uma vez localizou operações de Flavio Bolsonaro de mais de 1 milhão de reais em 2017. O órgão não conseguiu indicar favorecido. Em um novo trecho do documento, obtido pelo JN da TV Globo, cita operações muito parecidas com as de Fabrício Queiroz ex-assessor de Flávio Bolsonaro .

Em um novo trecho do relatório produzido pelo (Coaf), sobre movimentações bancárias atípicas do deputado estadual e agora senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O documento aponta que o filho do presidente da República, o (mito) para seus eleitores, ele fez um pagamento de R$ 1.016.839 de um título bancário da Caixa Econômica Federal. No entanto, o órgão que é ligado ao Ministério da Economia não conseguiu identificar o favorecido. Também não há data e nenhum outro detalhe do pagamento, ou seja, tudo ligado a família Bolsonaro é sempre muito estranho assim como o tal do atentado sofrido pelo Bolsonaro pai.

Esse documento também cita que o senador eleito tem operações muito parecidas com as feitas por Fabrício Queiroz, seu ex-assessor, cujas operações financeiras foram consideradas atípicas pelo Coaf e são investigadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro se o Ministro Fux deixar. Vale lembrar que as datas, contudo, são muito diferentes e que causa ainda mais estranheza.

Em comum, nos dois relatórios do Coaf, constam:

Os depósitos e saques eram feitos em caixas de autoatendimento dentro da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) onde Flavio era deputado estadual na época;

As operações sempre eram em espécie, dinheiro vivo;

Os valores eram também sempre fracionados.

Outro fato em comum, são todos da família Bolsonaro.

Esse novo relatório do Coaf analisa movimentações de Flávio Bolsonaro entre junho e julho de 2017. Foram no total 48 depósitos na conta do então deputado estadual, agora senador eleito pelo PSL do Rio, em apenas cinco dias.

Se puxa os dados dos anos anteriores como sempre digo, a verdade virá a tona e daí sabemos de fato que Bolsonaro e família realmente fez todos seus eleitores de imbecis assim como eles, ganharam a eleição sempre pregaram a honestidade e culpavam os outros políticos de corruptos, que também são iguais a eles, vale dizer que a família Bolsonaro não estava no poder executivo imaginem se tivessem como seus antecessores.

Por Carlindo Medeiros

Registro Profissional no MTE nº: 0011123/DF




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 6500586
Usuários Online: 139
Copyright (c) 2019 - Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros