Nessa ultima quinta-feira (8), a Polícia Civil do DF, por ação da Coordenação de Repressão às Drogas (CORD/PCDF), deflagrou a terceira fase da Operação Sequentia 3 dando cumprimento a 13 Mandados de Busca e Apreensão (MBAs) na região administrativa de Ceilândia, resultando na prisão de cinco indivíduos pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

            O grupo criminoso vinha sendo investigado e monitorado há três meses pela Coordenação, evidenciando que se tratava de um grupo estável e que possuía claras divisões de tarefas, no qual a liderança cabia a um casal que ficava responsável pela contabilidade da droga vendida e pelo preparo da cocaína. Eles inclusive disponibilizavam armas de fogo para indivíduos que desejassem alugá-las para cometimento de ilícitos diversos.

            Durante a investigação, verificou-se que toda droga que era preparada pelo casal, a qual permanecia na casa de um dos indivíduos presos nesta data (depósito). Ele era responsável pelo armazenamento dos entorpecentes, bem como pela venda a outros pequenos traficantes de Ceilândia.

            Nesta etapa, foram apreendidos um carregador de pistola, diversas munições, um revólver calibre 38 (municiado com 06 munições intactas), colete balístico, vários telefones celulares, uma granada de uso militar (desativada), um veículo de alto luxo e uma motocicleta esportiva, cerca de 500g de cocaína, diversas porções de maconha, uma grande pedra de crack e, ainda, a quantia aproximada de R$ 10 mil, em espécie.

            Esta foi a terceira fase de um trabalho investigativo realizado pela CORD na região de Ceilândia. Nas duas anteriores, também neste ano, 10 indivíduos foram presos, com cerca de 10 kg de cocaína e outras drogas apreendidos, além de valores e veículos.

Assessoria de Comunicação/DGPC

#PCDFemAção

PCDF, excelência na investigação