A vítima foi atingida na orelha e estava consciente durante o socorro. O agressor, segundo a Polícia Civil, é o sobrinho da mulher e tem distúrbios mentais.

Uma mulher de 57 anos levou uma facada na região da cabeça na madrugada desta sexta-feira (2/10), na comercial da 205 Norte, por volta de 1h. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, ela estava consciente e orientada.

No local do atendimento, a equipe de socorro também encontrou um rapaz, identificado como sobrinho da vítima, com um ferimento no punho. Ele foi conduzido pela Polícia Militar para a 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) e a vítima para o Hospital de Base, com um ferimento na orelha.

Ao receber alta da unidade de saúde, a mulher foi ouvida na delegacia, onde contou que o sobrinho sofre de transtornos mentais e teve um surto durante a madrugada. Uma fonte policial informou ao Correio que, por se tratar de lesão corporal, é necessária a autorização da vítima para fazer a representação. A mulher assinou um termo renunciando ao processo criminal. O rapaz foi liberado. 

Onde buscar ajuda

-190: Polícia Militar

- 197: Polícia Civil

- Disque 100: Ministério dos Direitos Humanos

- Delegacias regionais

Atendimento presencial, 24 horas por dia

- Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)

Endereço: Entrequadra 204/205 Sul

Telefone: 3207-6172

Atendimento ininterrupto

- Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)

De segunda a sexta-feira, das 10h às 16h30

Asa Sul: Estação do Metrô 102 Sul

Telefone: 3323-7264

Ceilândia: QNM 2, Conjunto F, Lote 1/3 ; Ceilândia Centro

Telefone: 3373-6668

Planaltina: Jardim Roriz, Área Especial, Entrequadras 1 e 2 ; Centro

Telefone: 3389-8189 / 99202-6376

- Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar

Telefones: 3910-1349 / 3910-1350

- Núcleo de Assistência Jurídica de Defesa da Mulher (Nudem)

Telefone e WhatsApp: 99359-0032

E-mail: najmulher@defensoria.df.gov.br 

Com informações do https://www.correiobraziliense.com.br/