Fachada da 27ª Delegacia de Polícia, no Recanto das Emas, no Distrito Federal, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Reprodução

Polícia Civil investiga. Suspeito não foi identificado e é considerado foragido.

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga a morte de um homem assassinado a tiros, em frente à própria casa, no Recanto das Emas. O caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (7) e é tratado como homicídio.

A 27ª Delegacia de Polícia, do Recanto das Emas, investiga. De acordo com informações dos agentes, ainda não há identificação do suspeito.

Uma das linhas de investigação é de que o crime seja um acerto de contas. A vítima teria sido alvejada por cerca de 10 tiros.

Segundo a Polícia Civil , parentes da vítima tentaram socorrê-la e levá-la ao hospital. No trajeto, eles encontraram uma ambulância do Corpo de Bombeiros e pediram ajuda. No entanto, o homem não resistiu aos ferimentos.

O delegado à frente do caso, Diogo Carneiro de Oliveira, informa que a vítima estava em prisão domiciliar e respondia por tráfico de drogas. O investigador diz que a região onde aconteceu o crime é conhecida popularmente como "Taubaté".

"Nesse local, existem brigas entre grupos rivais. Todos relacionados ao tráfico de drogas", disse o delegado.

Homem baleado em Ceilândia

Ainda na madrugada desta quarta, um outro homem foi atingido por disparos de arma de fogo em Ceilândia. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, ainda não identificada, foi transportada para o hospital da região "consciente e estável".

Segundo os investigadores, a vítima recebeu, pelo menos, três tiros: na perna, no braço e nos glúteos. O homem precisará passar por uma cirurgia. O crime é tratado como tentativa de homicídio.

Homicídios cresceram em agosto

As delegacias do Distrito Federal registraram 24 homicídios em agosto. O número é 14% superior às ocorrências do mesmo período do ano passado, quando houve 21 casos. Os dados são os mais recentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF).

Polícia registra três homicídios em Ceilândia e no Recanto das Emas
00:00/01:04

Polícia registra três homicídios em Ceilândia e no Recanto das Emas

O homicídio é o único tipo de crime que cresceu em agosto, comparado a 2019. Os demais tiveram queda, exceto os latrocínios, que mantiveram o mesmo número.

A maior redução ocorreu nos casos de roubo em comércio, que caíram 60%. Ainda assim, 57 estabelecimentos foram assaltados em agosto, uma média de quase dois por dia.

Monitor da Violência

Com informações do G1 DF.