Deputado destaca em live o trabalho da frente parlamentar do setor, que tem conquistado verbas para evitar catástrofes.

O deputado federal João Roma (Republicanos/BA) participou, nesta quinta-feira (8), de uma live da Semana Nacional de Redução de Desastres, promovida pela Defesa Civil de Salvador (Codesal), e destacou a importância de o Congresso Nacional destinar mais recursos ao setor, a fim de evitar catástrofes e promover a segurança da população. O parlamentar participou do evento online com o secretário nacional de Defesa Civil, Coronel Alexandre Lucas.

“Acho fundamental levar esse debate ao parlamento, uma vez que a Defesa Civil é colocada no orçamento da União de forma apenas ‘lateral’. É o que ocorre com uma série de fatores que não têm um protagonismo estrutural ou político ou não possuem proteção legal. Acabam virando matérias periféricas e vão atrofiando dentro do orçamento no meio da negociação com a equipe econômica e o Governo Federal”, lamentou Roma. 
“Saúde e educação, por exemplo, estão sob proteção legal. E são, de fato, prioridades. Mas será que não daria para inserir a utilização desses recursos em Defesa Civil? Prevenção de desastres não é saúde? É fundamental que essa agenda tenha um espaço maior no parlamento, e que seja distante de questões ideológicas ou partidárias. Não se pode partidarizar temas que tratam da vida das pessoas de maneira efetiva. É preciso buscar o máximo de ciência e cooperação”, disse o deputado federal. 
O Coronel Alexandre Lucas destacou ser fundamental o investimento na prevenção e citou, inclusive, o trabalho de fazer com que a Defesa Civil nacional seja uma indutora de ações preventivas. "É preciso entender a Defesa Civil como sistema, não só como órgão", afirmou.  
Roma disse ainda que é um dos poucos deputados que colocam recursos para o setor dentro do orçamento impositivo. “Tanto, que aqui em Salvador surtiu efeito. Conseguimos avançar muito na contenção de encostas. Mas faço questão também de colocar recursos de emendas impositivas, que estão garantidas e serão executadas”, disse o deputado federal. 
O parlamentar lembrou que a Defesa Civil é um tema que muitas vezes foge das prioridades dos deputados, mas que a falta de protocolos de segurança e de uma reação mais rápida por parte do Estado pode custar muitas vidas. 
“A covid-19 tem nos mostrado como é fundamental ter protocolos estabelecidos, saber como reagir de maneira rápida e eficaz a uma crise. Coisa que o Estado ainda não conseguiu estruturar de maneira adequada. Por isso a importância de insistir nesse assunto. Prevenção, em geral, não dá muita visibilidade política em tempos de normalidade porque não é algo que apareça e seja enaltecido. Por outro lado, a falta dela pode ser fatal. Não só para carreiras e reputações dos gestores públicas, mas principalmente para as vidas das pessoas”, comentou o deputado.

 

Deputado Federal João Roma

Câmara dos Deputados, Anexo III, gabinete nº 276.

Brasília, DF 70.160-900