Foto: Divulgação/GDF Presente

A Feira dos Importados passa por uma grande limpeza, além da revisão da iluminação, poda de árvores para garantir mais segurança, entre outras ações de manutenção. 

Revisão da iluminação, poda de árvores e retirada de lixo foram reforçadas no centro comercial.

Um dos pontos comerciais mais movimentados do Distrito Federal, a Feira dos Importados passa esta semana por uma série de melhorias para receber a população com mais conforto e segurança. Equipes do programa GDF Presente estão nas ruas do Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA) desde segunda-feira (26), e aceleram os trabalhos no local antes que as chuvas se intensifiquem.

No início deste mês, o governador Ibaneis Rocha e o vice-governador, Paco Britto, visitaram o local e ouviram diversas demandas dos comerciantes. A hora é de dar o retorno. O centro comercial passa por uma grande limpeza, além de revisão da iluminação, poda de árvores para garantir mais segurança, entre outras ações.

O ponto de táxi da Feira dos Importados, que atende principalmente turistas e é um ponto de referência no local, também passou por manutenção. “Na semana passada, um caminhão bateu no telhado do ponto de táxi, danificando bastante. Com ajuda da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros,  isolamos o local e a Novacap recuperou a estrutura”, explica a administradora do SIA, Luana Machado.

Vinte e cinco bocas de lobos foram desobstruídas nas redondezas. Além disso, no centro comercial e em todo o SIA, homens do GDF Presente retiraram 57 toneladas de entulho. “A Feira dos Importados é não só mais um endereço do SIA, mas sim um ponto turístico da capital. Recebemos visitantes de todos os cantos do Distrito Federal”, acrescenta Luana. Antes da pandemia, o local chegou a receber 25 mil pessoas por dia, aos fins de semana.

“O governo está olhando com carinho para o nosso comércio, então temos que elogiar. Essas bocas de lobo estavam muito sujas,  ambulantes jogam resto de mercadorias. A poda de árvores evita que galhos caiam em algum veículo. Veio em boa hora”, destaca o presidente da Feira, Damião Soares, o Bebeto.

Este ano, o GDF já instalou 18 câmeras de videomonitoramento no local para reforçar a segurança. E mais investimentos virão. Segundo a administração regional, será investido R$ 1,6 milhão na troca de toda a iluminação do Setor de Indústrias.

No Jardim Botânico, o GDF Presente se concentrou em  ações preventivas para a temporada de chuvas, como a retirada de lixo das bocas de lobo | Foto: Divulgação/GDF Presente

Jardim Botânico

O Jardim Botânico segue com ações preventivas para a temporada de chuvas. Limpeza das calhas, retirada de lixo das bocas de lobo, troca das tampas dos bueiros, podas e recolhimento de galhos foram intensificadas esta semana.

As equipes do GDF Presente também fizeram limpeza e retirada de inservíveis do bairro São Gabriel, medida importante para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. O trabalho inclui a conscientização da população sobre a importância do descarte correto do lixo.

“Todo lixo na rua que acumula água é um lugar perfeito para que o Aedes aegypti se instale”, reforça o administrador, Antônio de Pádua.

Fercal: retirada de lixo do campo de terra dos jogos de futebol do fim de semana | Foto: Divulgação/GDF Presente

Pólo Norte na Fercal

Na região da Fercal, por sua vez, as equipes do Polo Norte do programa e do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) se concentram desde a segunda-feira na retirada de entulho e inservíveis de duas áreas de transbordo irregulares. Uma delas fica na chamada “Curva”, uma alça que liga a DF-150 a Sobradinho 2, e outra é o campo de futebol da Ascof (Associação Comunitária da Fercal), no Bananal.

O campo de terra é local de “peladas” de futebol todo sábado e domingo, mas tem dividido espaço com o lixo. Em uma área atrás das traves, são depositados sofás, colchões usados e outros tipos de entulhos. Oito caminhões já retiraram uma média de 100 toneladas de inservíveis somente do local. Com informações do Jardim Botânico.