Fachada da 15ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia Sul, no DF — Foto: Google Maps/Reprodução

Uma Jovem de 23 anos foi baleada no braço durante compras em estabelecimento de Ceilândia; ela foi levada para hospital e já recebeu alta. Polícia investiga origem do disparo.
 

Uma mulher de 23 anos foi baleada no braço, na noite desta terça-feira (18), enquanto fazia compras em um supermercado de Ceilândia, no Distrito Federal.

A jovem contou à polícia que estava na sessão de frios, por volta das 20h, quando escutou um barulho alto e depois sentiu algo atingir o braço. A vítima foi socorrida por funcionários do estabelecimento, localizado na QNM 11, e levada para um hospital particular na região.

De acordo com a Polícia Civil, a princípio, a cliente teve um "ferimento leve", recebeu alta no mesmo dia e foi até a delegacia prestar depoimento. Em nota, o supermercado Extra, onde ocorreu o fato, informou que o projétil de arma de fogo "perfurou o teto e a atingiu, ocasionando uma lesão" (leia íntegra abaixo).

"A rede lamenta o ocorrido e informa que está arcando com as despesas médicas e prestando todo o apoio à cliente."

De acordo com o delegado Korad Muniz, da 15ª DP (Ceilândia), o disparo não veio de dentro do supermercado, mas, possivelmente de alguma área de Ceilândia próxima ao estabelecimento.

O caso foi registrado na delegacia como disparo de arma de fogo e lesão corporal. A perícia foi acionada, e os laudos vão auxiliar nas investigações.

Leia íntegra da nota enviada pelo supermercado:

"A rede informa que a cliente estava no interior da loja, por volta das 20h30 de ontem (18/8), quando um projétil de arma de fogo vindo de fora da unidade perfurou o teto e a atingiu, ocasionando uma lesão. Imediatamente a Polícia Civil foi acionada e a cliente foi encaminhada ao hospital. A rede lamenta o ocorrido e informa que está arcando com as despesas médicas e prestando todo o apoio à cliente. Ainda, a loja permanece à disposição das autoridades para prestar quaisquer esclarecimentos."

Com informações do G1 DF