Câmeras de Segurança/Reprodução

Mulher registrou boletim de ocorrência contra suspeito após estupro em outubro

Foragido há três semanas, Carlos Antônio de Jesus foi encontrado na casa de parentes no interior do Mato Grosso do Sul. Ele cometia os estupros em São Paulo.

A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta segunda-feira (10) um homem  suspeito de estuprar pelo menos 10 mulheres atraídas por vagas de emprego falsas na cidade de São Paulo.

Carlos Antônio de Jesus da Silva, de 50 anos, estava escondido na casa de parentes na cidade de Bataguassu, município com cerca de 20 mil habitantes que fica próximo à divisa com o estado de São Paulo.

O homem, que oferecia as vagas de emprego por meio de um aplicativo de celular, as chamava para fazer uma entrevista e depois pedia ajuda com um ensaio fotográfico em um hotel, onde cometia os estupros.

Ele atacou uma vítima no mês de outubro e foi interceptado pela polícia após tentar cometer o mesmo crime contra uma amiga dela, que acionou a delegacia. Na ocasião, ele tentou atropelar uma investigadora e fugiu, passando pouco mais de três semanas desaparecido.

Com a prisão do homem, a polícia de São Paulo pede para que outras mulheres que tenham passado pela mesma situação registrem boletim de ocorrência. Carlos Antônio deve ser encaminhado para a capital ainda nesta semana.

Por: iG