A Polícia Civil do DF, por meio da 4ª DP, deflagrou, no domingo (26), a Operação LEGO. A ação resultou na prisão em flagrante de dois homens, de 29 e 33 anos, por tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico.

De acordo com a delegacia, os envolvidos, que são de Goiânia, estavam indo ao Distrito Federal com a finalidade de vender comprimidos de ecstasy em uma festa rave clandestina. O evento seria realizado, de madrugada, no Setor Hoteleiro Norte (SHN).

Os policiais, que contaram com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), abordaram os autores na BR 040, logo após terem ingressado no Distrito Federal. Foram encontrados no porta malas, escondidos no compartimento do triangulo de segurança do automóvel, 199 comprimidos de Ecstasy avaliados em R$ 10 mil. Uma máquina de cartão, que seria utilizada na venda das drogas, também foi localizada.

O indivíduo mais velho era procurado pelo Estado de Tocantins. Havia, em seu desfavor, um mandado de prisão preventiva pela prática de furto. Os autores, caso condenados, estarão sujeitos a uma pena que pode superar 25 anos de prisão. A operação foi batizada de Lego em razão dos comprimidos possuírem a marca do brinquedo infantil.

Assessoria de Comunicação — Ascom/PCDF
#PCDFemAção
PCDF, excelência na investigação