Duas grandes operações foram realizadas pela Polícia Militar do Distrito Federal nesta quarta-feira (29) nas cidades do Núcleo Bandeirante e Park Way, Recanto das Emas e Riacho Fundo I e II, Guará e Cidade Estrutural.

Por esse motivo, não houve nenhum registro de ocorrência violenta nessas cidades, entre a tarde de quarta-feira e a manhã de quinta-feira.

A primeira delas, denominada Operação Prioridade II teve como finalidade o combate aos crimes violentos na área coberta pelo Segundo Comando de Policiamento Regional Sul (CPRS II), que compreende o 25º, 27º e 28º batalhões de Polícia Militar, responsáveis pelo policiamento às cidades do Núcleo Bandeirante e Park Way, Recanto das Emas e Riacho Fundo I e II, respectivamente.

A PMDF empregou o efetivo próprio das unidades, os grupamentos táticos operacionais (Gtops), e as unidades especializadas, como Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (ROTAM), 2º Batalhão de Policiamento de Choque (PATAMO), Batalhão de Motopatrulhamento Tático (BMT), Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães), Batalhão de Operações Especial (BOPE), Comando de Policiamento Montado (CPMON), Comando de Policiamento de trânsito (CPTRAN) e Comando de Policiamento Aéreo (CPAER).

A administradora do Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva revelou que a PMDF trabalha em parceria com a administração, bem próximo à comunidade. “Sempre que a administração precisa, é atendida, inclusive no apoio às ações do DF Legal. A PM está sempre presente, com atendimento rápido, além do diálogo aberto com o comandante do 28º Batalhão, major Elisson”.

O Comando da PM tem realizado operações em todo o DF de uma forma una com todos os meios que possui em um mesmo sentido. O comandante-geral, coronel Julian Pontes, juntamente com o coronel Hemerson, chefe do Departamento Operacional (DOP) e o Centro de Inteligência (CI) têm se esmerado combater a criminalidade, posicionando os policiais nos chamados pontos quentes, ou seja, onde há maior incidência de crimes. “Com essas operações, utilizando as unidades especializadas, a cidade ganha, a polícia ganha. O que significa que a PMDF não parou, não pode ficar em letargia, porque foi concebida para proteger cada família, cada cidadão”, explica o comandante do CPRS II, coronel Alencar.

Como balanço da operação, a PMDF obteve os seguintes resultados:

• 125 policiais militares empregados;
• 5 Veículos apreendidos;
• 1 ocorrência de apreensão de drogas;
• 31 autos de infração de trânsito;
• 2 ônibus abordados;
• 1 Termo Circunstanciado de Ocorrência lavrado pela PCDF;
• 1 mandado de prisão em aberto;
• 348 veículos abordados;
• 651 pessoas abordadas.

No Guará e na Cidade Estrutural, a PM promoveu a Operação Cidade Segura. Foram abordados 46 veículos abordados, aplicados três autos de infração de trânsito, abordadas 39 pessoas, além de apreensão de celular roubado/ou furtado, e atendimento a um acidente de trânsito sem vítima.

 

Fonte: PMDF