Google Analytics Google Analytics
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018
POLÍTICA NACIONAL

CORF prende homem por fabricação de diplomas falsos e crime ambiental

Publicada em 04/02/18 às 16:09h - 145 visualizações

por Portal de Noticias - Blog do Carlindo Medeiros


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias - Blog do Carlindo Medeiros)

Agentes da Coordenação de Repressão Aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes - CORF/PCDF - prenderam em flagrante, na manhã desta sexta-feira (02), um homem de 53 anos pelos crimes de falsificação de documentos públicos e de posse de animais silvestres sem autorização. Inicialmente, as equipes foram em busca do suspeito para dar cumprimento a mandado de prisão relativo à prática das falsificações. No entanto, no endereço do suspeito, os policiais civis flagraram a criação irregular de 11 pássaros silvestres, o que caracterizou flagrante por crime ambiental.

Em coletiva de imprensa, o Diretor da Divisão de Defesa do Consumidor (DICON/CORF) explicou que o caso passou a ser investigado a partir de uma denúncia do Conselho Regional de Educação Física, o qual suspeitava de diplomas falsos apresentados ao órgão. Com as investigações, a Polícia Civil chegou ao autor, que mora em Valparaíso/GO. Na residência, as equipes encontraram diversos materiais utilizados no crime, como diplomas de instituições de ensino (tanto superior quanto médio; tanto do DF como de outros Estados), carimbos dos mais diversos e até cédulas de identidade em branco. "O autor se valia em seus materiais de carimbos e inscrições falsificados do MEC, da Secretaria de Educação e de outros órgãos, bem como nome e matrículas falsas de servidores", contou o delegado Fábio Vieira.

Segundo as investigações, a venda dos diplomas era feito pela internet e até mesmo pessoalmente. Ele cobrava R$ 400,00 por cada documento. Fábio Vieira descartou, de início, a participação das instituições e também de possíveis servidores públicos ou funcionários neste caso. Mas as investigações seguem a fim de descobrir possíveis comparsas do autor. O acusado responderá pelos crimes de falsificação de documentos e posse não autorizada dos animais silvestres, os quais prevêem, juntos, uma pena de até sete anos de prisão. As aves apreendidas foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama.


Divisão de Comunicação/DGPC
#PCDFAgora
PCDF, excelência na investigação.

Fonte: PCDF

Da redação do Portal do Blog do Carlindo MedeirosC:\Users\Carlindo\Downloads\Banner MIBE - Topo Radio.png




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 6199952-3515

Visitas: 5933243
Usuários Online: 172
Copyright (c) 2018 - Portal de Noticias do Blog do Carlindo Medeiros